Connect with us

Os estímulos das músicas podem fazer a diferença para crianças com o espectro autista. Essa observação é fruto de pesquisa e ações práticas de terapeutas. “O processamento auditivo no autismo é diferenciado, sendo que há maior atividade no córtex auditivo primário, que é responsável pelo processamento auditivo-musical e por padrões da fala”, afirma a musicoterapeuta Daniele Pendeza, que é educadora musical.

Ela explica que protocolos de tratamento baseados em evidências científicas indicam que a pessoa que possui autismo necessita de intervenções de forma intensiva e constante com o objetivo de amenizar suas dificuldades e lhe propiciar maior autonomia e qualidade de vida.

“Em indivíduos típicos, o processamento da fala, especialmente de sons agudos que a compõem, dá-se no córtex auditivo secundário, este, que nas pessoas com autismo, encontra-se com menos ativações”, explica.

A musicoterapeuta também destaca que as pessoas com autismo podem apresentar hiperfoco, hipo ou hiperreatividade aos sons, bem como a outros estímulos sensoriais.

O fato pode afetar a percepção, havendo dificuldade na diferenciação e interpretação dos sons ouvidos. “Por exemplo, sons inofensivos podem ser interpretados como perigosos e gerar comportamentos de fuga”.

A Música como Forma de Terapia

Cultivar canções, improvisos e composições colabora para a comunicação expressiva e exploração de diversos conceitos. Também melhora a comunicação interpessoal, a comunicação intrapessoal, a atenção e disciplina das crianças autistas.

O processo da musicoterapia deve ser acompanhado de adaptações do conteúdo, organização da sala com poucos adornos, utilização de agendas visuais, associação com cores e sempre buscar material de apoio visual ou simplificado. A musicoterapeuta, Daniele Pendeza, acrescenta que “todo esse processo se dá em parceria com os profissionais da escola (professor regente, monitor, educador especial), terapeutas e família”.

“Quando estudamos música, podemos ter aumento na atenção, motivação para aprendizagem, autocontrole, autoconhecimento, aprimoramento motor (por conta da técnica dos instrumentos), melhora na comunicação expressiva e aumento de vocabulário (com canções), trabalho da criatividade (com improvisos e composições) e tudo isso influencia no desenvolvimento como um todo”, afirma Daniele Pendeza.

O processo da musicoterapia deve ser acompanhado de adaptações do conteúdo, organização e poucos adornos na sala, utilização de agendas visuais, associação com cores e sempre buscar material de apoio visual ou simplificado. A musicoterapeuta, Daniele Pendeza, acrescenta que “todo esse processo se dá em parceria com os profissionais da escola (professor regente, monitor, educador especial), terapeutas e família”.

Musicoterapia e musicalização não são palavras sinônimas.  Musicoterapia se refere a uma atividade que utiliza técnicas, métodos e abordagens específicas que utiliza a música e seus elementos (ritmo, harmonia, melodia, ruídos) com vistas ao desenvolvimento, reabilitação e a saúde do indivíduo como uma forma de tratamento terapêutico. Já a musicalização é o processo de aprendizagem das técnicas musicais.

Fonte: Jornal de Brasília

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comunidade Zen TV7 meses ago

Inscrições abertas para Exposição de Japamalas 2021-2022

A Comunidade Zen TV tem o prazer de anunciar que as inscrições da Exposição de Japamalas 2021-2022 já estão abertas....

Capa da Exibição de Japamalas Capa da Exibição de Japamalas
Comunidade Zen TV7 meses ago

Japamalas

Comunidade Zen TV - Redação Canal de TV contendo informações de 32 áreas de terapias integrativas. Email: [email protected] See author's...

Capa da Exibição de Japamalas Capa da Exibição de Japamalas
Comunidade Zen TV7 meses ago

Exposição de Japamalas

A Comunidade Zen TV tem o prazer de comunicar que as inscrições para a Exposição de Japamalas estão abertas. Veja...

Livros10 meses ago

Ansiedade: Histórias reis sobre como conviver com o transtorno por Thalía Magalhães

O livro Ansiedade: Histórias reais sobre como conviver com o transtorno conta histórias de pessoas diagnosticadas com diferentes tipos de transtorno de...

Livros10 meses ago

Fundamentos Da Terapia Holística por Dietrich Bonhoeffer

Fundamentos da terapia holística com óleos essenciais das PLANTAS. Dietrich Gümbel. Desde os primórdios da civilização, o homem vem tentando...

Livros10 meses ago

Convidando os Formadores de Líderes para o “Divã” por Luiz Marcello Cruz

O Livro trata de temas do cotidiano de todos nós – solidão, traição, medo, inveja, mentira, vergonha, culpa, vingança, trabalho,...

Livros10 meses ago

A Problemática Identificatória Obsessiva por Henrique Guilherme Scatolin

Com base em um caso clínico e respaldando-se na metodologia psicanalítica, esta obra debruça-se nas raízes da culpa e da...

Livros10 meses ago

Naturologia: Reflexões sobre saúde, terapias naturais e pessoas por Michelly Paschuino

O livro “Naturologia: Reflexões sobre saúde, terapias naturais e pessoas”, foi desenvolvido a partir da dissertação de mestrado da autora, e...

Ana Rodrigues - PSICANALISTA10 meses ago

Luto, a morte em tempos de COVID-19

Luto é um processo natural de resposta a um rompimento de vínculo, ou seja, quando perdemos alguém ou algo significativo na...

Ana Rodrigues - PSICANALISTA11 meses ago

Terapia de Casal e Relacionamentos por Ana Rodrigues

O objetivo da Terapia de Casal é contribuir com a resolução dos conflitos, abrindo espaço para uma comunicação mais reflexiva e...

Font Resize